17/07/2024 +5524992552748

Toque de bola - Augusto Carpazano

Livro Marketing

Brasil empata com a Colômbia e enfrentará o Uruguai nas quartas da Copa América

Brasil e Uruguai farão mais uma daquelas partidas de tirar o fôlego de qualquer torcedor

Por Augusto Carpazano 03/07/2024 às 10:16:13

Em mais uma partida pela Copa América 2024, Brasil e Colômbia se enfrentaram pelo primeiro lugar no grupo e a possibilidade de escapar de um confronto contra o Uruguai na fase quartas de final.


O Brasil, que no jogo anterior goleou o Paraguai por 4 x 1, manteve o esquema adotado por Dorival Jr, como Rodrygo e Vinícius Jr, jogando lado a lado no comando de ataque, tendo uma linha com Raphinha, pela direita, Bruno Guimarães e João Gomes, centralizados, e Paquetá, à esquerda.


Assim, no jogo anterior, o time conseguiu um equilíbrio tático maior e mais opções de jogadas ofensivas, porém dessa vez enfrentaríamos uma das melhores seleções do continente na atualidade, a Colômbia.


E o técnico Nestor Lorenzo, continuou com o 4-3-3, habitual de seu time, apenas sacando Borré para a entrada de Córdoba. Dessa forma, James Rodríguez ficou com a função de falso 9, dando a Córdoba e Luiz Díaz o espaço necessário para entrarem na área brasileira. Além disso, Arias e Richard Rios, comandam o meio-campo deixando os volantes do Brasil ainda mais sobrecarregados com a presença de Rodríguez, flutuando atrás desses jogadores.


Dessa maneira a Colômbia sempre tinha três contra dois no duelo pelo meio.

Mas não só de situações adversas vivemos, pois após João Gomes ser derrubado perto da área do goleiro Várgas, Raphinha cobrou a falta no ângulo. 1 x 0. O Brasil não fazia um gol de falta desde 2019, ou à 48 jogos. O time colombiano não sentiu o gol e manteve seu estilo de jogo. Díaz e Córdoba forçavam muito as jogadas pelos lados buscando faltas e numa deles Sánchez cabeceou sozinho e fez o gol, anulado após revisão pelo VAR.


A Seleção Brasileira não conseguia sua troca de passe, em velocidade, e ainda errava muito na saída de bola. Outro problema foi a má exibição de Rodrygo e Vinícius Jr que não conseguiam vencer nenhum duelo individual contra Sánchez e Cuesta. O mesmo VAR que nos salvou depois não viu o pênalti, claro, em Vinícius Jr. Minutos depois, em mais uma saída de bola errada de Álisson, Díaz teve a chance de fazer o gol e o goleiro brasileiro fez grande defesa. Na sequência da jogada, Rios lançou, Muñoz, nas costas de Paquetá. O lateral colombiano fez seu segundo gol no campeonato, deslocando Alisson. 1 x 1


O empate, apesar de jogar o Brasil para segunda posição no grupo, foi um bom resultado haja visto o bom futebol apresentado pela Colômbia. No segundo tempo, Dorival voltou com Andréas Pereira na vaga de Paquetá e Nestor Lorenzo com Mojica na vaga de Machado.Substituições conservadoras, jogo conservado. Tudo se manteve como na primeira etapa: Brasil errando muitos passes na saída de bola, Rodríguez flutuando e criando problemas para nosso sistema defensivo, Vinícius Jr e Rodrygo pagados do jogo.

Para os colombianos era o resultado perfeito, pois assim iriam se classificar em primeiro do grupo para jogar contra o Panamá, empurrando o Brasil para cima dos uruguaios.

Lorenzo, fez trocas sempre visando aumentar o fôlego de seu time e manter o resultado. Ele tirou James Rodríguez, Córdoba e Luiz Díaz para as entradas de Carrascal, Borré e Sinisterra. Atacantes por atacantes.


Dorival, trocou João Gomes e Rodrygo por Ederson e Savinho. Assim, Raphinha foi para ponta esquerda, centralizando Vini Jr e Andréas. O time continuava a não funcionar, muito por erros individuais. Nossos principais jogadores (Rodrygo, Paquetá e Vini Jr) mais uma vez fizeram uma partida apagada, além de nossos volantes errarem muito no jogo.

Perto dos 40 minutos ele ainda colocou Douglas Luiz e Endrick nas vagas de Bruno Guimarães e Wendel, passando Raphinha para lateral esquerda. Porém o futebol burocrático e o mau desempenho individual fez com que o placar não se alterasse.


Nas quartas, a Colômbia enfrentará o Panamá, no sábado as 19hs. No mesmo dia, as 22hs, Brasil e Uruguai farão mais uma daquelas partidas de tirar o fôlego de qualquer torcedor. 

Comunicar erro
Comentários